26/02/11

CANTO DE ENTRADA

O canto de Abertura -Canto Processional
 
Função:
O canto de abertura, inserido nos ritos iniciais, cumpre antes de tudo o papel criar comunhão. Seu mérito é de convocar a assembléia e, pela fusão das vozes, juntar os corações no encontro com o Ressuscitado, na certeza de que onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estarei no meio deles (Mt 18,20). Este canto tem de deixar a assembléia num estado apropriado para a escuta da palavra de Deus.
 
Forma:
A vantagem do povo responder com um refrão (cantado de cor!) a alguns versos, entoados por um cantor ou coral, é de os fiéis mais livremente poderem olhar para a procissão de entrada dos ministros.
Um canto estrófico não seria tão indicado durante a procissão de entrada, mas poderia, eventualmente, ser funcional após a procissão, a fim de a comunidade, agora formada, poder firmar-se mais através de um hino cantado por todos.
O cântico de entrada é executado alternadamente pela schola e pelo povo, ou por um cantor alternando com o povo, ou por toda a assembléia em conjunto, ou somente pela schola.

Dica:
O canto de entrada tem de estar de acordo com o Tempo Litúrgico e nas ocasiões festivas e/ou Solenidades, estar de acordo com a ocasião celebrada.

Melhores exemplos:

  • Quem é filho de Deus (Vida Reluz -cd Deus Imenso) -cifra
  • Dia de Festa (Eliana Ribeiro -cd Espera no Senhor) -cifra
  • Deixa a Luz do céu entrar (Ada Blenkhom -cd Paulinas COMEP) -cifra 
Fonte: http://msbvalenca.blogspot.com/2008/04/como-escolher-msicas-para-missa-com.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VIA SACRA